Inovação

Empresas paraibanas chamam a atenção de gigantes tecnológicas; Fusão entre marcas amplia atuação no mercado

Publicado em 15/07/2022 às 16:23
Por Redação

Seguindo a tendência mundial de fusão entre empresas, principalmente no ramo da tecnologia, algumas marcas paraibanas estão se unindo a gigantes da área, fortalecendo, ainda mais, o setor e a imagem no mercado. Segundo o presidente da Associação dos Usuários de Tecnologia da Paraíba (Sucesu-PB), Tarcísio Júnior, esse tipo de processo é natural e muito comum entre empresas que querem diversificar o nicho, ampliar os públicos-alvo e aumentar a abrangência de marca. “Temos vários casos recentes nesse sentido, como o que aconteceu com a VSoft, por exemplo”, disse. 


A VSoft, fundada no ano de 2000, é especializada em pesquisa científica de tecnologias proprietárias de Biometria, Inteligência Artificial e Internet das Coisas (IoT). A empresa, que tem mais de 200 colaboradores, está finalizando o processo de fusão com a Valid, especializada em certificação digital. “É um grande salto na história da Vsoft ter a participação da Valid, maior empresa de identificação do país, como nossa sócia. Fazer parte desta gigante nos permite ampliar e impulsionar nossos horizontes, abrindo portas para novos mercados, novas possibilidades e novos desafios” declarou Pedro Alves co-CEO da Vsoft. Ivan Murias, CEO da Valid, complementou: "A operação é importante dentro da nossa visão de futuro da companhia, considerando a transformação dos negócios por meio da tecnologia. O intuito é manter a solidez e robustez do nosso portfólio de ID com a aceleração das frentes digitais”.


Outro caso ocorrido em João Pessoa envolve a MVarandas Tecnologia, empresa paraibana que atua na área de gestão para food service. Em 2020, a marca passou pelo processo de fusão com a gigante dos serviços financeiros e de pagamentos Stone. “Gostamos de fomentar o ecossistema dos empreendedores de software e buscamos sempre investir em soluções que ajudem nossos clientes a gerir melhor seus negócios, vender mais e crescer”, disse Augusto Lins, presidente da Stone. “Estamos sempre atentos ao mercado para identificarmos o que está sendo feito de forma eficiente e analisarmos se podemos agregar essas novas soluções ao que já oferecemos aos nossos clientes”, complementou.


Já a Transaction Network Services (TNS), empresa norte-americana especializada em prover soluções de conectividade para os setores financeiro e de pagamentos, atuante em mais de 60 países, adquiriu, no começo de 2019, a empresa paraibana Link Solutions que atua no mercado de soluções de conectividade M2M. “Trabalhamos em 60 países. E uma das poucas regiões onde não estávamos presentes, mesmo sendo importante para a TNS, era a América Latina”, declarou Mike Keegan, CEO da TNS. “A economia mais robusta da região é a do Brasil. Por isso, procurávamos uma oportunidade de investir no País e encontramos a Link, uma empresa que crescia bem e com um quadro de pessoas que entendem bastante do mercado de pagamentos”, explicou.


“Esse interesse das grandes empresas tecnológicas fomenta, ainda mais, o setor, não só em âmbito paraibano, mas também em todo o território nordestino e nacional. É bom não só para o mercado, mas para a economia do estado em geral”, finalizou o presidente da Sucesu, Tarcísio Junior.


Positiva Comunicação

Relacionadas

Novas atualizações

Mais lidas