Dica

Procon dá dicas de como economizar e realizar compra segura dos presentes neste final de ano

Publicado em 06/12/2021 às 09:42
Por Redação

A temporada das confraternizações de final de ano já está aberta e, com ela, vem a tradicional troca de presentes entre familiares, amigos e colegas de trabalho, o que acarreta despesas a mais no período natalino. Para evitar que o consumidor perca o controle dos gastos, a Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor dá dicas de como economizar e realizar uma compra segura.


Dezembro é um dos meses do ano de grande consumo e o consumidor deve ficar atento para não deixar a compra do presente para a última hora e já planejar o que vai precisar adquirir para si mesmo, além do que vai ofertar. O risco de não se organizar pode acarretar vários problemas além do estresse da época, a exemplo de não encontrar mais o produto desejado ou ainda pagar mais caro em outros locais por falta de opção.


A pesquisa de preços pode significar uma boa economia, ressalta o secretário Rougger Guerra. “Esta é a época do ano em que os encontros festivos são inevitáveis e o amigo secreto é uma das brincadeiras mais populares nas confraternizações e, para evitar que as despesas extrapolem o orçamento, deve-se usar o bom senso e pesquisar os preços antes de ir às compras”, afirmou.


Quer ou precisa – Outra orientação de Rougger Guerra é ficar atento para o que o presenteado deseja ou necessita ganhar, até para evitar problemas futuros como a necessidade de trocar o artigo depois de passada a festa. “Sabendo com antecedência o que adquirir, além de economizar dinheiro, também se ganha no tempo que iria gastar procurando o presente”, alerta.


Gosto e estilo – O Procon-JP alerta ainda para a questão de trocas, muito comum quando se trata de presentes. “De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), os fornecedores das lojas físicas não são obrigados a trocar os produtos por motivo de cor, tamanho ou gosto. Por isso, essas dicas são importantes porque evita justamente isso. O consumidor deve ter certeza, por exemplo, da numeração, do gosto, da cor e do estilo do presenteado em presentes pessoais para que não haja necessidade de uma troca futura”, disse.


Brinquedos – Quem for presentear as crianças com brinquedos deve verificar se o produto obedece às especificações de segurança e se tem o selo de qualidade do Inmetro. É preciso observar, ainda, se o produto obedece às especificações técnicas de finalidade, segurança e idade.

Sites de compras – Os presentes adquiridos através dos sites de compras podem ser devolvidos em um prazo de sete dias, contados a partir do recebimento do produto. “Mas, se a pessoa preferir a restituição do valor pago, o fornecedor é obrigado a fazer isso”, informou Rougger Guerra.


Atendimentos do Procon-JP:

Sede: Avenida Pedro I, 473, Tambiá

Telefone para orientação e dúvidas: 0800-083-2015

Whatsapp: (83) 98665-0179

Instagram: @procon_jp

Relacionadas

Novas atualizações

Mais lidas