VSoft
VSoft

Geral

Empresa de tecnologia da PB recebe certificação internacional

Publicado em 23/04/2021 às 13:45
Por Josi Simão

O selo ‘Great Place To Work’ atua em 106 países e possui 40 rankings no Brasil nas categorias nacional, regional, estadual e setores, como de TI


A empresa paraibana de tecnologia Vsoft foi premiada com a certificação internacional de melhor lugar para trabalhar no Brasil pela Great Place to Work (GPTW), uma organização global que realiza consultorias para as que buscam melhores resultados e que entendem que colocar o fator humano no centro da sua estratégia de negócio é o melhor caminho. O foco está na cultura de confiança, alto desempenho e inovação.


O Cofundador e CTO da Vsoft, Pedro Alves, destacou a relevância desse reconhecimento. “Esse selo traduz a força do nosso DNA de inovação com respeito às pessoas. Aqui, apostamos na cultura da transparência, confiança e valorização do time como grandes ativos para o desenvolvimento de um ambiente saudável e produtivo. O GPTW indica que estamos no caminho certo. E vamos continuar”, disse.


A certificação significa que os funcionários da empresa admiram e reconhecem positivamente o clima organizacional, a autonomia, a remuneração, a transparência, a imparcialidade, a credibilidade e outros fatores promovidos (e de responsabilidade) pela empresa.


A GPTW também realiza, em 106 países, os conhecidos rankings anuais ‘Great Place to Work’. No Brasil, as empresas são classificadas em cerca de 40 rankings, indicando os melhores locais para se trabalhar nas categorias nacional, regional, estadual, setor (agronegócios, TI, hotelaria etc) e temática (melhores empresas para mulheres, PCDs, LGBTQI+ etc.).


A Vsoft é uma empresa associada da Sucesu-PB, desde a fundação da Associação dos Usuários de Tecnologia da Paraíba, em 1996. Atualmente, reúne mais de 30 associados e detém assento na Presidência do Comitê Gestor do Polo Paraíba Digital. É uma associação sem fins lucrativos, apartidária e representativa. “A Sucesu é uma importante aliada, que representa as empresas de tecnologia e luta por suas demandas”, reforçou Pedro.

Relacionadas

Novas atualizações

Mais lidas